Aula 03 – No que cremos

No que cremos:
– Em um Deus único (Olorum) e superior, onipresente e onisciente, em sua benevolência e na força que emana de si, através dos orixás e dos guias, o seu amor, auxiliando os homens em sua caminhada para a elevação espiritual e intelectual.
Algumas das entidades, quando incorporadas, podem nomeá-lo de outra forma, como por exemplo Zambi para pretos-velho, Tupã para caboclos, entre outros, mas são todos o mesmo Deus.
– O culto aos Orixás como manifestações divinas, em que cada orixá controla e se confunde com um elemento da natureza do planeta ou da própria personalidade humana, em suas necessidades e construções de vida e sobrevivência;
– A crença na imortalidade da alma;
– A crença na reencarnação e nas leis cármicas;
– Na comunicação com os espíritos, bem como sua influência na matéria (mediunismo).
Em nossas giras, procuramos atuar respeitando as condições dos espíritos, sejam elas quais forem, entendendo que para cada doença, o seu próprio remédio. 
Confiamos na capacidade de cada indivíduo, como espírito imortal, de se modificar continuamente para sua melhoria e ascendência a uma condição espiritual melhor.

Nossos princípios:
– A obediência aos ensinamentos básicos dos valores humanos, como: fraternidade, caridade e respeito ao próximo. Sendo a caridade uma máxima encontrada em todas as manifestações Umbandistas.
– Uma doutrina, uma regra, uma conduta moral e espiritual que é seguida em cada casa de forma variada e diferenciada, mas que existe para nortear os trabalhos de cada terreiro. 
– “Nós aprenderemos com aqueles espíritos que souberem mais e ensinaremos os que souberem menos e, a nenhum viraremos as costas e nem diremos não.” (Caboclo das Sete Encruzilhadas).
– Ensinar com humildade e simplicidade, de maneira que o conhecimento possa abranger ao rico e ao pobre, ao letrado e ao analfabeto, ao negro e ao branco, ao amarelo e ao vermelho, de forma indistinta.
Lembrando que a Umbanda surgiu do preconceito daqueles que não contentes em estabelecer diferenças entre os vivos, procuraram levar essas mesmas diferenças além da barreira da morte.
Salientando ainda que, a Umbanda é uma religião que manifesta a alegria da criação, foi nascida dos humildes, para os humildes, lembrando a origem cristã.
Jesus nasceu entre os pobres, não ensinou aos doutores da lei, andou entre os rejeitados, sentou à mesa dos pecadores e a Umbanda não poderia ser diferente.

Lei maior:
A LEI DA CARIDADE: amar a Deus servindo ao próximo.

O grande mandamento:
Eis que um legista se levantou e disse para experimentá-lo: ‘Mestre, o que farei para herdar a vida eterna?’
Ele disse: ‘O que está escrito na Lei? Como lês?’
Ele então respondeu: ‘Amarás o senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a sua força e de todo o teu entendimento; e ao teu próximo como a ti mesmo.’
Jesus disse: ‘Respondeste corretamente. Faze isso e viverás.’

Por mais dura que seja uma natureza, ela se fundirá ao fogo do Amor. Senão se fundir, é porque o fogo não é bastante forte.

Meu esforço nunca deve ser o de diminuir a fé do outro, mas torná-lo um melhor seguidor de sua própria fé.

Mahatma Gandhi

 Clique aqui e baixe a aula em arquivo: 3º Aula – No que cremos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s