Aula 08 – Exu

Orixá Exu é diferente de Exu:
Orixá Exu, não incorpora, faz parte do equilíbrio evolutivo do planeta, assim como os demais Orixás.
Exu incorpora e trabalha na Umbanda, dando consultas e fazendo o que for necessário e permitido para ajudar quem venha em busca de auxílio.

Para entendermos um pouco melhor, vamos tentar descrever o que é cada coisa:

– Quiumbas: são espíritos que se comprazem na prática do mal, apenas por sentirem prazer, vingança calcada no ódio doentio, aguardando enfim, que a lei os recupere da melhor maneira possível (voluntariamente ou involuntariamente). Vivem no baixo astral, onde as vibrações energéticas são densas e, muitas vezes, se fazem passar por Exus, mas não o são. Se nutrem de sentimentos baixos, vãs paixões, raivas, vícios de toda estirpe, sensualidade desenfreada, etc.
– Rabo de encruzilhada: é o espírito predestinado a ser tornar um Exu, mas precisa adquirir qualidades necessárias para sair de sua condição para entrar em outra, onde tenha uma condução para se desviar de interesses do baixo astral inferior e ficar subordinado ao Exu de Lei.
– Pagãos: estão em vias de aceitação, ainda tendo recaídas, devido às suas más tendências herdadas de várias encarnações viciosas e sem éticas.
– Batizados: são espíritos aceitos em uma das ordens de uma das 7 linhas de vibração e são submetidos a condução de um Exu superior hierarquicamente onde ele deve obediência e retribua com confiança e companheirismo.
– Exu Espadado: é uma categoria de espíritos que diferente dos anteriores aqui citados, já tem o seu grau; ele é considerado um Exu de Lei sobre o comando de outros mais elevados hierarquicamente, mas em alto posto de comando entre os companheiros de luta, subordinados a eles. Já tem definida sua  linha de vibração a que trabalha e os seus conhecimentos e mistérios que tem relação com o seu passado e sua recuperação cármica, conquistada através dos tempos, com suas lutas pessoais e principalmente coletivas. Ele também já domina sua segunda qualidade, mas não tem domínio pleno das outras cinco vibrações, dependendo da associação aos Exus Coroados, ao qual deve obediência e só através deles conquistará o conhecimento suficiente para conhecer os mistérios das outras cinco linhas de vibração.
– Coroados: são Exus de Lei, aqueles que tem o domínio de todas as 7 linhas, mas ainda pertencem a uma delas, tendo a qualidade de sua segunda linha entrecruzada com todas as outras cinco.
– Exu Cósmico: são apenas 7 representantes do Orixá Exu, o supremo dono de todos os mistérios de Exu e a ele e por ele foi dado a cada um dos 7 a essência de cada uma das 7 linhas de vibração.
OBS.: Exu Orixá é um só; os Cósmicos são 7, e para cada 7, existem 7 que são representados pelos Espadados, que tem abaixo de cada um deles, mais 7 Batizados e abaixo deste, mais 7 Pagãos e abaixo dos Pagãos, eles tem a responsabilidade de resgatar para junto de si, mais 7 espíritos chamados Rabo de Encruzilhada.

A função do Exu dentro do terreiro não é apenas como muitos pensam, de guardiões, aliás, essa expressão  ‘guardião ‘ foi criada por alguns para substituir o termo Exu, que causa tanto preconceito nos meios menos esclarecidos.
Exus são espíritos que tem atributos específicos dentro da ordem e da segurança das casas, exercendo a função de mediador em muitas demandas, auxiliando nas desobsessões, orientando os consulentes de forma mais incisiva, quebrando feitiços e magias e tantos outros; são eles que penetram nas zonas trevosas do baixo astral para fazer cumprir a lei determinada. Exu de Umbanda, não age fora da Lei.
As ‘equipes’ de Exus sempre estão nas zonas infernais, mas não vivem nelas.
No terreiro existem vários pontos de forças. Um deles é o trunqueiro onde se centraliza os Compadres e as Moças, assim, carinhosamente chamados os Exus e Pomba Giras. Para que o trabalho dentro do terreiro decorra com todo equilíbrio e segurança, a Esquerda deve estar trabalhando em sintonia de equilíbrio, perfeito, com a Direita, tendo por parte de todos o respeito de que um não pode exercer sua função sem o outro.
Existe o Exu dono da Gira, que é o responsável pela Esquerda que, em geral, trabalha com o dirigente da casa, não querendo dizer que seja uma entidade de trabalho desse médium. O Exu que trabalha na frente do médium e os outros Exus que hierarquicamente também trabalham com o mesmo médium, totalizam-se 7, mas só alguns poucos tem a oportunidade de trabalho na incorporação, tendo da mesma forma o seu valor.

“A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena. Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!” Chico Xavier

Clique aqui e baixe a aula em arquivo: 8º Aula – Exu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s