Aula 20 – Incorporação II

Figura2

Charlatanismo
O charlatão não é um médium, mas pode ter sido. Ele se utiliza de todo tipo de mecanismos para ludibriar os seus consulentes a troco de benefícios e dinheiro. O charlatão pode ter sido um médium que através do fascínio se utilizou da mediunidade em proveito próprio, perdendo a capacidade de comunicação com espíritos sérios (guias e espíritos superiores), ficando por conta própria ou influenciado por espíritos inferiores ou zombeteiros.

Sensações na incorporação
As sensações durante a incorporação são os resultados da equalização médium-espírito.

VERMELHO ESPIRITO
AZUL MEDIUM

Cada espírito trabalha numa faixa vibratória, assim como o médium.

VERMELHO ESPIRITO l
VERDE ESPIRITO ll
AZUL MEDIUM

Se um médium se habitua a apenas um guia, a tendência é de afinidade cada vez maior e as sensações se tornam cada vez mais sutis.

VERMELHO O GUIA ESPIRITUAL
AZUL O MEDIUM

Há caso de médium totalmente consciente que com o passar do tempo se adapta de tal forma que chega a total inconsciência.

VERMELHO O GUIA ESPIRITUAL
AZUL O MEDIUM

Durante uma passividade prolongada, o médium não consegue ficar durante todo o tempo em estado de transe; oscilando entre a consciência e a inconsciência, e até mesmo em alguns momentos perde o contato mediúnico.

VERMELHO O GUIA ESPIRITUAL
AZUL O MEDIUM

Sensações no início da prática mediúnica
• Vibração de uma linha D´Agua; Tremores e falta de equilíbrio: provocado pelo  pequeno deslocamento do perispírito com relação ao corpo físico, dando a impressão que vai desfalecer;
• Mãos suadas: é o típico da ansiosidade do médium ou a proximidade;
• No começo tudo é intenso:
• Vontade irresistível em se curvar (Pretos-Velhos);
• Sensação de algum lugar do corpo estar maior ou mais forte que o normal (Caboclos e Soldados);
• Queimação no Umeral (envolvimento a nível de chacras);
• Frio ou calor fora do normal, após a desincorporação (mudança vibracional pela falta da influência do espírito manifestante);
• Uma manifestação mais difícil e sutil, onde se utiliza apenas a região da garganta (voz direta referente a espíritos superiores).
• Todas essas sensações se amenizam com a prática e com o passar do tempo, então tudo já é bastante normal, mas aí é que vem o perigo: a acomodação do médium e o excesso de animismo.

Baixe a apresentação da aula: 20º Aula – Incorporação II

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s