Arquivos do Blog

Vídeo

Hino ao Amor Cristão – Paulo aos Coríntios

Eu poderia falar todas as línguas que são faladas na terra e até no céu, mas, se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o som de um gongo ou como o barulho de um sino.

Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos e ter tanta fé, que até poderia tirar as montanhas do seu lugar, mas, se não tivesse amor, eu não seria nada.

Poderia dar tudo o que tenho e até mesmo entregar o meu corpo para ser queimado, mas, se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada.

Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso.

Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas.

Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo.

Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.

O amor é eterno. Existem mensagens espirituais, porém elas durarão pouco. Existe o dom de falar em línguas estranhas, mas acabará logo. Existe o conhecimento, mas também terminará.

Pois os nossos dons de conhecimento e as nossas mensagens espirituais são imperfeitos.

Mas, quando vier o que é perfeito, então o que é imperfeito desaparecerá.

Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança.

O que agora vemos é como uma imagem imperfeita num espelho embaçado, mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é imperfeito, mas depois conhecerei perfeitamente, assim como sou conhecido por Deus.

Portanto, agora existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém a maior delas é o amor.

Anúncios
Vídeo

Prece de Aceitação

Se eu pudesse, Jesus,
Queria estar contigo
Para ser a esperança realizada
De quem vai pelo mundo, estrada a estrada,
Entre a necessidade e o desabrigo…

Desejava seguir-te, humildemente,
Sem méritos embora,
Para erguer-me em consolo de quem chora
Mostrando o coração enfermo e descontente.

Queria acompanhar-te nos recintos,
Onde a dor leciona e aperfeiçoa
A fim de ser conforto junto dela
E manejando a frase terna e boa
Afirmar como a vida é grande e bela!…

Se pudesse, Senhor, 
conversaria com todas as crianças
Para dizer que não te cansas de criar alegria…
E seria feliz ao converter-me em modesto recado,
Informando, Jesus, a todos os velhinhos
Que nunca estão sozinhos, porque segues 
conosco, lado a lado…
Se dispusesse de recursos, queria ser a vela 
pequenina, acesa no clarão do sol que levas, 
de modo a socorrer aos que jazem nas trevas,
Fugindo sem razão, da bondade Divina…
Entretanto, Senhor, sei das deficiências 
que carrego… Venho a ti como estou, 

por isto mesmo rogo:
Não me deixes a sós por onde vou…
Se não posso, Jesus, ser bondade, socorro, 
paz e luz,Toma-me o coração e, 
perdoando a minha imperfeição,
Esquece tudo o que meu sonho almeja e 
ensina-me Senhor,
Com o teu imenso amor, o que queres que eu seja.

Autor: Maria Dolores
Médium: Chico Xavier